BIO

ENG
Pedro Melo Alves is one of the most prominent drummers and composers in the recent avant-garde music scene in Portugal. Explorer of the expanded possibilities of percussion, improviser, ambitious composer for small and large formations, his work is known for the exploratory attitude and for boldy intersectioning different aesthetic circuits from jazz and erudite, to electronic, experimental and rock music.
Having been awarded with multiple awards and nominations (Bernardo Sassetti Composition Award, Premio Internazionale Giorgio Gaslini, El Intruso Best Revelation Group), he’s been increasingly present in the international music scene, presenting his projects in events such as Jazzahead (Germany), 12 Points Festival (Ireland), Europe Jazz Conference (Portugal), Saalfelden Jazz Festival (Austria), Ljubljana Jazz Festival (Slovenia), Suoni Per Il Popolo (Canada), Südtirol Jazz Festival (Italy) or Jazz em Agosto (Portugal).

Born in 1991, in Porto, Portugal, Pedro has studied Jazz Drums (ESMAE, Porto, 2011), Jazz and Classical Piano (ESTAL, Lisbon, 2014) and Music Composition (ESML, Lisbon, 2015).

With commissions from institutions such as Guimarães Jazz, Culturgest, RTP or Fundação Serralves, Pedro has become one of the most prolific and requested musicians of his generation and has shared stage and studio with musicians such as Mark Dresser, Ra Kalam Bob Moses, Joe Morris, Sun Ra Arkestra, Eve Risser, Luke Stewart, Theo Ceccaldi, John O’Gallagher, Hery Paz or Jacqueline Kerrod.
Today he plays and composes for his Omniae Large Ensemble, The Rite of Trio, In Igma, his percussion duets with João Pais Filipe or Pedro Carneiro, and is a part of many projects, such as Luís Vicente Trio, Alma Tree with Ra Kalam Bob Moses and Vasco Trilla, Catacombe, Surma, Memória de Peixe, Tim Tim por Tim Tum, Rodrigo Brandão or Dead Club.
In parallel, Pedro also composes for Theatre, Dance, Cinema and erudite music commissions and programs music series on his venues Ermo do Caos (Porto) and Água Ardente (Lisbon).

musical curriculum (pdf)

PT
Pedro Melo Alves é um dos bateristas e compositores em maior destaque na cena musical vanguardista dos últimos anos em Portugal. Explorador das possibilidades expandidas da percussão, improvisador, compositor ambicioso para pequenas e grandes formações e programador, o seu trabalho é conhecido pela atitude exploratória e pelo cruzamento ambicioso de circuitos estéticos, do jazz e erudita à música eletrónica, experimental e rock.
Tendo sido galardoado com diversos prémios e nomeações (Prémio de Composição Bernardo Sassetti, El Intruso Banda Revelação 2021, Músico Nacional do Ano 2017 jazz.pt, Premio Internazionale Giorgio Gaslini, Prémios Play 2021), tem estado progressivamente mais presente na cena musical internacional, apresentado os seus projectos em eventos como o Jazzahead (Alemanha), 12 Points Festival (Irlanda), Europe Jazz Conference (Portugal), Saalfelden Jazz Festival (Áustria), Ljubljana Jazz Festival (Eslovénia), Suoni Per Il Popolo (Canadá), Südtirol Jazz Festival (Itália) ou Jazz em Agosto (Portugal).

Nascido em 1991 no Porto, Pedro Melo Alves estudou Bateria Jazz (ESMAE, Porto, 2011), Piano Jazz e Clássico (ESTAL, Lisboa, 2014) e Composição Musical (ESML, Lisboa, 2015).

Com encomendas de instituições como o Guimarães Jazz, a Culturgest, a RTP ou a Fundação Serralves, Pedro tem-se tornado um dos músicos mais prolíficos e requisitados da sua geração e tem-se cruzado em palco e estúdio com músicos como Mark Dresser, Ra Kalam Bob Moses, Joe Morris, Sun Ra Arkestra, Eve Risser, Luke Stewart, Theo Ceccaldi, John O’Gallagher, Hery Paz ou Jacqueline Kerrod
Actualmente lidera e compõe para projetos como a sua Omniae Large Ensemble, The Rite of Trio, In Igma, os duetos de percussão com João Pais Filipe ou Pedro Carneiro, e pertence a vários projetos como o Luís Vicente Trio, Alma Tree com Ra Kalam Bob Moses e Vasco Trilla, Catacombe, Surma, Memória de Peixe, Tim Tim por Tim Tum, Rodrigo Brandão ou Dead Club.
Em paralelo, Pedro compõe para Teatro, Dança, Cinema e encomendas de música erudita e programa ciclos de música no Ermo do Caos (Porto) e Água Ardente (Lisboa).

currículo musical (pdf)