Pedro Melo Alves (n.1991)

COMPOSITOR | BATERISTA composer drummer

Nascido em 1991 no Porto, com o início da vida musical pautado pela bateria e projectos rock/fusão, Pedro Melo Alves começa a formação na Escola Valentim de Carvalho do Porto, em 2000. Ingressa na licenciatura em Bateria Jazz em 2011 na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto, a qual abandona em 2013 para estudar Piano Clássico e Jazz com Abe Rabade e Daniel Bernardes. A participação em diversos workshops em Portugal, Espanha e Itália levaram ao encontro com algumas das figuras do jazz contemporâneo como Ralph Alessi, Danilo Perez e John Escreet. Entra em 2015 na licenciatura em Composição da Escola Superior de Música de Lisboa onde estuda com Sérgio Azevedo, José Luís Ferreira e António Pinho Vargas.

*

Ouvimos na sua música a exploração de influências frescas, consequência natural de um amplo horizonte estilístico. Nela, cruza a música tanto erudita como ligeira com artes da performance e da imagem. O percurso pela música improvisada, pela composição e pela eletrónica conjugam-se em cada novo projeto por caminhos abertos à fragilidade e ao risco, numa busca por aquilo que nos é mais primário e anterior – uma espécie de estado zero em que qualquer coisa é de facto possível.

Born in 1991, in Porto, Portugal, with the beginning of his musical life marked by the drums and rock/fusion projects, Pedro Melo Alves starts studying at Escola Valentim de Carvalho in 2000. Enrolls at the Jazz Drums superior course in 2011 at the Porto Superior School of Music (ESMAE) and leaves it in 2013 to study Classical and Jazz Piano with Abe Rabade and Daniel Bernardes. The participation on several workshops in Portugal, Spain and Italy led him to meet and study with some of the contemporary jazz scene figures, such as Ralph Alessi, Danilo Perez and John Escreet. Enters in 2015 on the Musical Composition superior course at the Lisbon Superior School of Music (ESML), where he studied with Sérgio Azevedo, José Luís Ferreira and António Pinho Vargas.

We hear on his music the exploration of fresh influences, naturally coming from a broad aesthetic horizon, where he crosses both light and erudite music with the performing and visual arts. His path through improvised music, composition and electronics align in every new project open to frailty and risk, on a quest for what is most primary and prior – some sort of ground zero in which anything is, in fact, possible.

Download CV – POR | ENG